quarta-feira, fevereiro 23, 2005

TIC TAC, TIC TAC.

Eis que um dia a terra estava a beira de um ataque de nervos e implantaram-na um coração... o RELÖGIO.

Tempo, tempo, tempo.... qual a medida do tempo? Um tic tac do relógio, o que será que pode nós roubar ou ,quem sabe, nos mostar? é engraçado como tudo funciona dominado pelo marca passo do relógio.
Tic tac, tic tac. Hora de acordar
Tic tac, tic tac. Hora de comer
Tic tac,... trabalhar, tic tac... descansar... tic tac...caminhar, correr ( sim, pq sempre há alguém atrasado) tic tac... já passou da hora, tic tac, hora de voltar , tic tac... tic tac...
BUMMMMMM... será que isso um dia explode??

Tic tac. bah um segundo passou... um segundo a menos... putz...agora já são dois, três, quatro, cinco...PUTZ aquele papo que morremos um pouco a cada dia, é vero... será isso ruim? Será esse o preço que temos que pagar para viver o que só a idade pode nos revelar, lugares, pessoas, aventuras, magia, amores, amigos, experiências... Alguém duvida que não valha a pena?? Não sei mto bem pq to escrevendo isso, mas me lembrei da conversa que tive com meu avó. Ele só falou p/ mim aproveitar, pq justo agora que ele tem tempo p/ poder conhecer tudo que ele queria qdo guri, mas que deixou de lado por pensar em deixar pra depois, agora é tarde... ele mal consegue andar... sem sentir falta de ar...

As vezes me impressiono como o tempo passa e nem notamos... e de volta ao relógio, experimenta ficar olhando para os ponteiros... parece que nunca vimos ele andar, mas, de repente, qdo piscas por um segundo, consegues ver o qto o tempo já passou e nem notastes.

Fica na frente do espelho que deve dar na mesma, e qdo a hora de piscar chegar, verá o quão cheio de rugas estás. hehehhe

sábado, fevereiro 12, 2005

devaneios

será isso? será aquilo?
cansei de ficar no "será?",
no "talvez", "eu acho", ou "quem sabe".
justo eu que sempre fui tão indecisa.
É preciso rever conceitos.
Já vivemos uma realidade da qual nunca vamos ter a certeza de que está certa, nunca vamos saber se realmente o que vemos, ouvimos, sentimos é reamente aquilo que vemos, ouvimos e sentimos. Até aquilo mesmo que falamos, palavras,sábias palavras, que ficamos por vezes a pensar na melhor forma de se fazer compreender é muito vago. Como ter a certeza que serão interpretadas da forma certa, da maneira que imaginamos. Nada é como aparenta ser. Já pararam pra pensar sobre isso...
Ruim ou bom? Dicícil, talvez não teria graça viver sem ambiguidade nas palavras, nos gestos e atitudes ( e confesso, acho q não teria mesmo) mas e quando nem tudo é brincadeira e estamos em busca de uma resposta,ficar na dúvida, no achismo, de ser compreendido ou de ter entendido, é foda.

voltando...

Quando se viaja, ou qdo por algum motivo não se pode estar por perto, pode Ter certeza que muitas coisas inusitadas acontecem e depois com certeza vc exclamará. “- Pq essas coisas só acontecem qdo eu não estou por perto.” (shi, acho q essa frase é da Carol. Hehe)

De uma coisa tenho certeza. Ainda existem pessoas boas nesse mundo. Vcs não estão entendendo, ...pedir carona e levar ainda de brinde comidinhas com direito a city tour pela cidade e na volta ainda ser deixada na frente de casa, realmente não tem preço, pq não gastei nenhum centavo pra isso. $$$

Qto ao que a De falou, eu tb estou aproveitando pra dar uma geral nas minhas gavetas, pricipalmente, pq tem papel lá que não sei qtos anos estão lá na esperança de algum dia vierem servir pra alguma coisa. Mas hj eu coloco eles fora!!!

Férias, inusitada férias...

quinta-feira, fevereiro 10, 2005

Elas vivem!!!

Nossa, que horror! Que vergonha! Que decepção!

Essas meninas do Limão com Sal não são mais as mesmas... Olha o que é esse blog? Completamente abandonado, esquecido... Mas, vamos explicar: estamos todas muito ocupadas, essa é a grande questão!

A Kaká só quer saber de correr atrás de diretores e produtores de curtas. Onde estiver uma câmara e uma claquete, pode crer que lá está ela. E ainda por cima fica paparicando os atores, com frutinhas e tal... Tietagem no último, vou te contar!
(na verdade, ela resolveu tentar ser uma menina séria e andou trabalhando quinze horas por dia... alguém tem que sustentar esse trio, né? É isso aí, Kaká!)

A Carlota agora só sabe “hablar español”... Se mandou com o maninho pro outro lado da fronteira rio-grandense e só voltou agora. Pelo visto, tá cheia de histórias pra contar e de bolhas nos pés, de tanto que caminhou (isso foi ela quem disse, hehehe...). E o pior foi que ela adorou os argentinos!!! Achou todos muito educados e simpáticos...

E eu, bom.... Eu deveria ter trabalhado nas férias – pelo menos um pouco – mas devido à impossibilidade de utilizar o Estúdio de TV, o trabalho foi adiado só pra março.Então, banquei a jornalista no Fórum Social Mundial, circulando por lá com o meu crachá de Imprensa. Não sei se vai sair alguma reportagem, mas estivemos lá marcando presença.
E como o Fórum durou apenas cinco dias, me obriguei a ficar na vida boa o resto do tempo: uns belos dias de praia – não muitos, porque a grana tá curta, hehe – e aquela programação básica de férias: filmes, livros, músicas, muitas horas de sono, internet e, é claro, muito papo com os amigos!

Mas o melhor de tudo que eu tenho feito é ficar horas olhando as estrelas, com o pensamento longe... Isso, é óbvio, quando não é possível enxergar o brilho delas refletido nos olhos de uma pessoa...

Bom, depois dessa vou me retirando... Afinal, a noite está linda e as estrelas já estão chamando...

Muitos Beijinhos!

Letras de Música
música
artista
trecho
by letras.mus.br