quarta-feira, agosto 25, 2004

bem q a mulher de branco poderia ser albina!

(22/08)

Putz, o sono é inevitável (tb depois de 4 dias de "festa", dormindo tarde e acordando cedo e fugindo do homem do gancho) e nada menos que 8 horas para o início das aulas, resolvi vir aqui dar o ar da minha presença!!

A história começa assim...

Três gurias (que por conhecidência somos nós, eu, Kaka e Dê), fomos trabalhar VOLUNTARIAMENTE, e que isso fique bem claro, no estudio de vídeo da Fabico! Filma daqui, edita de lá, fica sem comer aqui, conversinha com Deus acolá!! e aqui estamos nós... viajando com esses loucos q conhecemos neste semestre!

(24/08)

Minha inteção era relatar nossa viagem, mas como a Kaka já contou o princupal, resolvi não fazer maiores declarações!!

Tava agora pouco pensando na bendita mulher de brando e achei uma lenda que não é simplesmente da mulher de branco e sim da "mulher bufalo branca" (tá eu sei que não é a mesma coisa, mas ao procurar uma história a respeito de nossa amiga, acabei encontrando essa q tem como moral da história uma coisa bem bacana, e que serve principalmente p/ os homens, feministicamente falando)

A lenda é muito grande, mas ela começa assim:

Um dia, dois jovens guerreiros Sioux estavam caçando nas pradarias do Minesota. Ao subirem uma colina em busca de caça, eles foram surpreendidos ao verem uma jovem mulher, muito bonita surgir diante deles numa nuvem. Retendo o fôlego, eles a observavam. Ela trajava vestes feitas de corça branca. Levava a tiracolo uma sacola de pele e uma pele de búfalo em uma das mãos. Uma pena de águia, trançada nos seus longos cabelos negros, reluzia à luz do sol. Não tema, " disse a mulher, " eu trago paz e felicidade para vocês. Agora me falem, por que vocês estão longe de sua aldeia?"

O homem mais velho com seus pensamentos lascivios, nada respondeu, apenas fantásiava e se deleitava só de pensar nos prazeres que aquela mulher poderia lhe proporcionar. Já seu amigo respondeu: -" Nossa aldeia está com falta de comida. " Nós estamos caçando ".

-" Aqui, " ela disse, " leve de volta este pacote aos seus. Diga para os Chefes das sete fogueiras da sua tribo, para reunirem-se na fogueira do conselho e esperarem por mim."

Ao escutar essas palavras, o mais velho deu voz ao seu desejo de acasalar-se com ela, ali mesmo na pradaria, debaixo do sol. No momento em que o guerreiro mais velho tentou agarrá-la, a mulher envolveu-o na pele de búfalo. Uma nuvem envolveu o corpo dele, e quando o pó assentou, no lugar do guerreiro havia um esqueleto recoberto de vermes.

Foi então que Mulher Búfalo Branco, falou ao jovem guerreiro:

-"O homem que olha primeiro a beleza exterior de uma mulher, nunca conhecerá sua beleza divina, pois ele é um cego. Mas o homem que primeiro vê a beleza de seu espírito e sua verdade, esse homem conhecerá o Grande Espírito nessa mulher; se ela quiser deitar-se com ele, ele compartilhará com ela um prazer mais pleno do que poderia imaginar."

-"Você, quando me olhou, não ficou cego com a minha beleza, mas seu primeiro pensamento foi: 'Quem é essa mulher?' 'De onde ela vem?' 'Será ela uma mulher sagrada?'

-"Meu jovem, você também terá o que deseja".

-"Você e seu amigo simbolizam dois caminhos que os homens podem seguir. Se procurar primeiro a sagrada visão do Grande Espírito, estará vendo da mesma maneira que o Criador, e por isso você saberá que aquilo que necessitar da terra chegará às suas mãos. Mas se preferir seguir primeiro, esquecer o Grande Espírito, satisfazer os seus desejos terrenos, você morrerá por dentro".

Fica ai um toque p/ quem vê primeiro a aparência, e deixando a hipocresia de lado, isso vale p/ as gurias também!!

Aiaiai, faltou falar mais umas coisitchas, mas já é tarde e minha cama fala ininterruptamente comigo para eu ir durmir!
bjinhos



2 Comments:

Blogger Andre said...

Hmm..então esse eh o famoso blog das gurias do estudio...meia-boca =)
Essa parte do "fica sem comer" foi um indireta neh? Ta bom, mas se lembrem que a gente deu bombons pra voces.
Ah, e quem eh a mulher de branco? Nao me lembro de nenhum papo assim la em gramado...

25 de agosto de 2004 10:34  
Anonymous Anônimo said...

Mulher de branco? No Rincão do Coelho?
Não, confundiu...Aquela é minha mulhe.
Ela fica passeando de branco, a noite. Acho que ela é loca das idéias. Mas, fazer o que, é minha mulher.

Caseiro do Gancho

25 de agosto de 2004 14:00  

Postar um comentário

<< Home

Letras de Música
música
artista
trecho
by letras.mus.br