sexta-feira, julho 30, 2004

Bolinho de chuva...

Hum... num dia como esse cairia bem um chocolate quente e uns bolinhos de chuva... sim, por que essa dupla é o ouro! Perfeita! Inquestionável! Mas eu perdi a receita de um chocolate quente perfeito que um dia achei na internet, copiei e não decorei... snif... que pecado!

Pois é, a chuva impediu o nosso amistoso de futebol feminino, que iria rolar hoje na ESEF. Várias ilustres confirmadas, cobertura da RBS - não que isso seja grande coisa, hehehe -, transmissão ao vivo... e choveu. Enfim, nada na vida é perfeito, mas tudo bem... eu nem sei jogar futebol mesmo!

Era isso. Bjoks e pipoks!

segunda-feira, julho 26, 2004

Yo no creo em brujas...

Pois é, né, fazer o quê:

Besitos, muchos besitos para los argentinos!!!

Eu não entendo muito de futebol, mas ganhar da Argentina sempre me deixa muito feliz!!! Ainda mais com um gol de empate aos 47 minutinhos do segundo tempo, na última jogada, uhuuu!!! A ala masculina que me desculpe qualquer besteira que eu tenha escrito, mas já que o Grêmio não me faz mais feliz, a seleção ocupa um lugar duplo em meu coração... 

Vi o tal do filme "A Professora de Piano", e a minha conclusão é que as más línguas estavam certas: é um filme estranhíssimo. Sim, francês, mas não o francês do Amelie Poulain, mas o outro francês. Esse francês estranho, que faz filmes meio bizarros, mas com algum sentido intelectual. O filme não é chato, é inusitado, eu passei o filme inteiro dizendo "Não... não acredito!", com uma certa expressão de nojo na cara, sim porque tem umas passagens muito bizaras, mas acho que cada um pensa uma coisa sobre ele, porque ouvi as mais variadas opiniões. Só o final me decepcionou um pouco, talvez eu não tenha entendido a mensagem, mas achei um pouco mal feito.

Ah, também assisti o "Spiderman 2". Muito tri!!! Talvez por eu ser canceriana e eles terem dado maor ênfase para a parte sentimental. Sim, porque eu estava esperando aquele final desde a frustração do primeiro filme. Ai, ai [suspiros]...

Mudando de mala pra saco, hoje é o dia da matrícula dos nossos bixos. Ceeeeerto que vou pra FABICO dar uma espiada! Começa de tarde, lá pelas 13h30... eu acho... bom, não importa, depois do almoço eu vou pra lá, com certeza! 

Acho que deu. Bjoks e pipoks

domingo, julho 25, 2004

Mensagem na Madrugada

Olá, pessoal! Mesmo depois de retornar de uma festa ainda tive ânimo de dar uma passada na web e deixar algo registrado nesse querido blog.
É uma mensagem muito bacana, que a Carla colocou no final do livro que ela fez para a cadeira de Design. Como ela anda meio sumida - mas já tivemos notícias, estamos prestes a descobrir seu paradeiro - eu tomei a liberdade de publicá-la.
Clarice Lispector utilizou-se de sua experiência de vida e de seu talento maravilhoso ao escrever esse texto, que nos leva a uma profunda reflexão.
Espero que todos leiam e aproveitam. E que, em certas ocasiões, nunca se deixem acostumar.

Mil Beijinhos!


"A gente se acostuma...
A gente se acostuma a morar em apartamentos de fundos e a não ter outra vista que não as janelas ao redor.
E porque não tem vista, logo se acostuma a não olhar para fora.
E porque não olha para fora, logo se acostuma a não abrir de todo as cortinas.
E porque não abre as cortinas logo se acostuma a acender cedo a luz.
E, a medida que se acostuma, esquece o sol, esquece o ar, esquece a amplidão.
A gente se acostuma a acordar de manhã sobressaltado porque está na hora.
A tomar café correndo porque está atrasado.
A ler o jornal no ônibus porque está atrasado.
A ler o jornal no ônibus porque não poder perder o tempo da viagem.
A comer sanduíche porque não dá para almoçar.
A sair do trabalho porque já é noite.
A cochilar no ônibus porque está cansado.
A deitar cedo e dormir pesado sem Ter vivido o dia.
A gente se acostuma a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: hoje não posso ir.
A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta,
A ser ignorando quando precisava tanto ser visto.
A gente se acostuma a pagar por tudo que deseja e necessita.
E a lutar para ganhar o dinheiro com que pagar.
E a pagar mais do que as coisas valem.
E a saber que cada vez pagará mais.
E a procurar mais trabalho, para ganhar mais dinheiro, para ter com que pagar nas filas em que se cobra.
A gente se acostuma a poluição.
Às salas fechadas de ar condicionado e cheiro de cigarro.
À luz artificial de ligeiro tremor.
Ao choque que os olhos levam na luz natural.
Às bactérias de água potável.
A gente se acostuma a coisas demais, para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta acolá.
Se a praia está contaminada a gente molha só os pés e sua no resto do corpo.
Se o cinema está cheio, a gente senta na primeira fila e torce um pouco o pescoço.
Se o trabalho está duro a gente se consola pensando no fim de semana.
E, se o fim de semana não há muito o que fazer, a gente vai dormir cedo e ainda fica satisfeito porque tem sempre sono atrasado.
A gente se acostuma para não se ralar na aspereza, para preservar a pele.
Se acostuma para evitar feridas, sangramentos, para poupar o peito.
A gente se acostuma para poupar a vida, que aos poucos se gasta, e que gasta de tanto se acostumar, e se perde de si mesma."

Clarice Lispector

sexta-feira, julho 23, 2004

Férias, sombra e água fresca!

hoje começam oficialmente as férias da UFRGS!!! Até o dia 23 de Agosto nada mais me atormentará, nada mais me fritará o cérebro... se bem que o primeiro semestre não foi lá tãããão difícil assim...

Bom, não importa. Eu quero agora é sombra e água fresca! Uhuuuu, freeeedom!

Bom, quanto ao nosso roteiro, já que o Zé perguntou, ele anda um pouco conturbado, passando por mudanças severas. Sei lá, vamos ver no que vai dar...

Agora me vou, mas talvez hoje mesmo eu volte, pois estou para assistir um filme - dizem as más línguas - estranhíssimo. A Professora de Piano. Logo terei meu próprio veredicto.

Ontem eu vi Dom - é, eu gosto de filmes, e daí?! - e só defino com uma palavra: angustiante, dá vontade de bater no Marcos Palmeira. Mas quem não leu o livro, nem adianta assistir. Se bem que... quem é que ainda não leu?!

Taí, bjoks e pipoks

segunda-feira, julho 19, 2004

PROCURA-SE

Oi, Dê, a quanto tempo! Bom, este teu pequeno texto certamente compensou meu último post, hehehe.

Bom, mas vamos ao que interessa...

Gente, e a Carlinha, hein? Onde se meteu? Sabemos que ela está em Porto Alegre, mas não sabemos onde e nem como entrar em contato... que medo! Bom, quem souber de alguma notícia sobre a Carla e o seu paradeiro, por favor, liguem para o Disque-Denúncia ou deixem um recado aqui mesmo, pois estamos ficando realmente assustadas com esse sumiço... obrigada!


Matando as Saudades!

Estendam o tapete vermelho e acendam os holofotes, porque eu estou voltando, galera! E aí, morreram de saudades?

Modéstia muito à parte, eu realmente abandonei esse tão querido blog. Prometi voltar do meu recesso assim que entregasse os trabalhos, no dia 02 de julho e só estou postando agora, dia 18. Mas, antes tarde do que mais tarde...

Estou feliz. Depois de receber A em três cadeiras, porque as outras eu ainda não sei e Português eu vou me abster de comentar, tudo está numa boa.

Rolou a festa a fantasia, bem bacaninha. Depois disso, nos primeiros dias de folga, já encontrei amigos com quem eu não falava há tempo; fui no Cine Esquema Novo, que até tinha umas loucuras que valiam a pena assistir; estou matando as saudades da boa vida de poder ficar de pernas para o ar, assistindo um filmezinho ou lendo algo de bom.

Nas últimas aulas, uma das melhores partes foi ir até o RU do Centro almoçar, caminhando pela Redenção e aproveitando aquele lugar muito legal. Nunca me canso de lá! Ou então tentar colocar sete pessoas num Palio, passar na frente de um azulzinho e não ser multado! Que proeza hein, Renato?

Para as férias, alguns planos rolando, entre eles a realização de um curta junto com a Kaká e a Carlinha - que já foi e voltou de Curitiba, mas ainda não deu as caras por aqui. Muito cinema, muita festa com os amigos, muitos passeios, muito alto-astral.

Sinceros agradecimentos para os fiéis leitores desse blog: Zé, Moisés, Luís... Vocês são uns amores. Valeu pela musiquinha, Zé! O Homem-Aranha morreria de inveja das nossas teias!

E para terminar esse post, não poderia faltar a tradicional frase, hoje especialmente homenageando o Dia do Amigo (20/07):

"As pessoas entram em nossas vidas por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem" (Lilian Tonet)

Mil beijinhos para todos que permanecem em minha vida!










sábado, julho 10, 2004

teias de aranha... e gelo

Putz!!! E eu tenho a audácia de reclamar dos blogs dos meus amigos?! Quem sou eu? Que vergonha!!! Ô, gurias, vamos se mexer aí!!!

Bom, desculpem o texto exíguo, mas é que meus dedos congelaram e, volta e meia, grudaam nnas teclas, que também estão congeladas...

bjoks e pipoks... congeladas!

sábado, julho 03, 2004

Limão com Sal - O retorno!

Como prometido, cá estou novamente, após o dia dois, para atualizar o nosso tão querido blogzinho... Mas não, ainda não arrumamos um jeito mais fácil para comentar, culpa do Pinky que além de não me ajudar como disse que ia fazer, ainda destruiu com o blog da Renata fazendo o mesmo... tsc, tsc, tsc, que feio!;P

A festa a fantasia tava muuuuuito tri!!! Os nossos vets tão de parabéns!!! Me diverti horrores, dancei até me acabar e o que é melhor: NÃO FIZ JUS AO MEU INJUSTO APELIDO, huahuahuahua, a oposição que se cuide, logo, logo essa minha imagem de bêbada vai pro espaço!!! A única coisa chata é que a multidão - sim, tinha montanhas de gente na festa - levou as minhas asinhas de joaninha pra bem longe de mim... snif, snif, doeu... mas não faz mal, até que elas agüentaram firme por muito tempo, me surpreendi com a qualidade da costura das asas - que, por sinal, fui eu que fiz!

Ah, graças a festa, conheci um dos nossos bixos, pobrezinho, nem entrou na FABICO ainda e já foi marcado...

Quanto aos vááááários trabalhos que eu tinha pra entregar, entreguei. Agora só falta a pior parte: receber as notas! Sim, porque pra mim essa é a pior parte, pois é quando todas as esperanças de ter feito um bom trabalho vão por água abaixo...ou não, né, vai saber...

Aos meus queridos colegas e amigos: VALEU!!! Valeu mesmo: a surpresa, o presente, o cartão, o mico... vcs são os melhores do mundo!!! Aliás, já tou começando a achar as minhas joaninhas muito sem-vergonhas, até agora não se desgrudaram!!! Minha mãe adorou, ficou horas fazendo elas colarem e descolarem, fazendo a trilha sonora com beijos... realmente tive a quem puxar...

Plágio da Denise, quer dizer, Frase da Semana: "Julgue seu sucesso pelas coisas que teve de renunciar para consegui-lo"(autor desconhecido). Isso vale pra todos aqueles que não estão certos sobre si mesmos, ou sobre o que conquistaram.

Bjoks e pipoks

Letras de Música
música
artista
trecho
by letras.mus.br